Elisabete Rodrigues

Meus Textos, Minha Vida

Textos

Quando alguém disser que te ama, duvide.
Quando alguém provar que te ama, valorize.
Por quê? Palavras iludem, atitudes comprovam.
Mas, não esqueça:
Na vida, pode existir, o amor da sua vida, e o amor pra sua vida.
 
O amor da sua vida poderá ser seu ponto fraco, mas, talvez, não dará certo.
Agora, talvez, o amor pra sua vida é aquele que pode dá certo.
               
O talvez seja o maior dilema da vida de muitos, mas neste caso, o talvez seja escolher entre ficar com alguém pelo qual você daria o mundo, ou se permitir construir um novo mundo com outro alguém.
 
Amor verdadeiro é único, fato! E independente de tudo, todos terão, o amor que deu certo, e aquele amor que queria que tivesse dado certo.
Deus os abençoe!
 
Memórias!!!
O Rio e o Mar
Tão sutil como uma folha que cai no chão
O Rio se formou
Com as lágrimas de quem amou
E nunca demonstrou
 
São as amarras que nos impedem de amar.
Que se espalhe. Se disperse.
Levando consigo a dor da saudade
A dor de tanta maldade
Que cortou sem piedade
Um coração que já foi vida        
 
E que agora sangra, de tanta luta sofrida.
Por isso, agora eu te peço
Deixe o rio fluir
Não tenha medo de rir
Nem de chorar
Deixe que o Rio encontre o Mar
Um abraço de dois apaixonados
Que se calaram por medo
E deixaram o tempo passar
(Maicon Rosa/Luis Posich)
 
Elisabete R💋drigues
 
 
 
 
 

 
Elisabete Rodrigues
Enviado por Elisabete Rodrigues em 23/01/2019
Alterado em 24/07/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras