Elisabete Rodrigues

Meus Textos, Minha Vida

Textos


https://www.youtube.com/watch?v=mkJT6cULBY8
No video apresentado retratamos o uso das palavras.
Mediante a isto, sabemos exatamente como proceder em muitas situações no nosso cotidiano, e o que almejamos alcançar, desde uma aproximação (manter perto da gente), ou uma distância (manter longe de nós).
Qual o alvo? Qual a interpretação?
Enfim...
Havia um cego sentado numa calçada com uma lata a seus pés e um pedaço de papelão ao lado dele escrito com um canetão preto a frase: Sou cego, por favor, ajude-me .
Um publicitário que passava em frente a ele parou e viu poucas moedas na lata.
Sem pedir licença, pegou o cartaz, virou-o, e escreveu outra frase com um canetão, depois disso, colocou o papelão ao lado do cego e partiu.
Final de tarde, o publicitário voltou a passar em frente ao cego que pedia esmola, e percebeu que, a lata estava ficando cheia de moedas.
O cego reconheceu as pisadas do publicitário e perguntou-lhe se tinha sido ele quem reescrevera o cartaz, sobretudo querendo saber o que ele havia escrito.
O publicitário: "Nada que não esteja de acordo com a situação."
O cego nunca soube o que estava escrito, mas o seu novo cartaz dizia: "É um dia lindo e eu não posso vê-lo."
Lição: Muitos se deparam com situações em que a estratégia usada não é a correta para aquilo a que se propõe, e não buscam uma nova estratégia.
Muack, Elisabete R💋drigues




 
Elisabete Rodrigues
Enviado por Elisabete Rodrigues em 20/02/2020
Alterado em 20/02/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Tweet